Petra

Petra (do grego "petrus", pedra; árabe: البتراء, al-Bitrā) é um importante enclave arqueológico na Jordânia, situado na bacia entre as montanhas que formam o flanco leste de Wadi Araba, o grande vale que vai do Mar Morto ao Golfo de Aqaba. Em 7 de Julho de 2007 foi considerada, numa cerimónia realizada em Lisboa, Portugal, uma das Novas sete maravilhas do mundo.

História

Antecedentes

A região onde se encontra Petra foi ocupada por volta do ano 1200 a.C. pela tribo dos Edomitas, recebendo o nome de Edom. A região sofreu numerosas incursões por parte das tribos israelitas, mas permaneceu sob domínio edomita até à anexação pelo império persa. Importante rota comercial entre a Península Arábica e Damasco (Síria) durante o século VI a.C., Edom foi colonizada pelos Nabateus (uma das tribos árabes), o que forçou os Edomitas a mudarem-se para o sul da Palestina.

Fundação

O ano 312 a.C. é apontado como data do estabelecimento dos Nabateus no enclave de Petra e da nomeação desta como sua capital. Durante o período de influência helenística dos Selêucidas e dos Ptolomaicos, Petra e a região envolvente floresceram material e culturalmente, graças ao aumento das trocas comerciais pela fundação de novas cidades: Rabbath 'Ammon (a moderna Amã) e Gerasa (actualmete Jerash).

Devido aos conflitos entre Selêucidas e Ptolomaicos, os Nabateus ganharam o controle das rotas de comércio entre a Arábia e a Síria. Sob domínio nabateu, Petra converteu-se no eixo do comércio de especiarias, servindo de ponto de encontro entre as caravanas provenientes de Aqaba e as de cidades de Damasco e Palmira.

O estilo arquitectónico dos Nabateus, de influência greco-romana e oriental, revela a sua natureza activa e cosmopolita. Este povo acreditava que Petra se encontrava sob a protecção do deus dhû Sharâ (Dusares, em grego).

Época Romana

Entre os anos 64 e 63 a.C., os territórios nabateus foram conquistados pelo general Pompeu e anexados ao Império Romano, na sua campanha para reconquistar as cidades tomadas pelos Hebreus. Contudo, após a vitória, Roma concedeu relativa autonomia a Petra e aos Nabateus, sendo as suas únicas obrigações o pagamento de impostos e a defesa das fronteiras das tribos do deserto.

No entanto, em 106 d.C., Trajano retirou-lhes este estatuto, convertendo Petra e Nabateia em províncias sob o controlo directo de Roma (Arábia Petrae). Adriano, seu sucessor, rebaptizou-a de Hadriana Petrae, em honra de si próprio.

Época Bizantina

Em 380 d.C., o Cristianismo converteu-se na religião oficial do Império Romano, o que teve as suas repercussões na região de Petra. Em 395, Constantino fundou o Império Bizantino, com capital em Constatinopla (actual Istambul).

Petra continuou a prosperar sob o seu domínio até o ano em que um terramoto destruiu quase metade da cidade. Contudo a cidade não morreu: após este acontecimento muitos dos edifícios "antigos" foram derrubados e reutilizados para a construção de novos, em particular igrejas e edifícios públicos.

Em 551, um segundo terramoto (mais grave que o anterior) destruiu a cidade quase por completo. Petra não conseguiu se recuperar desta catástrofe, pois a mudança nas rotas comerciais diminuíram o interesse neste enclave.

Redescoberta de Petra

As ruínas de Petra foram objecto de curiosidade a partir da Idade Média, atraíndo visitantes como o sultão Baybars do Egipto, no princípio do século XIII. O primeiro europeu a descobrir as ruínas de Petra foi Johann Ludwig Burckhardt (1812), tendo o primeiro estudo arqueológico científico sido empreendido por Ernst Brünnow e Alfred von Domaszewski, publicado na sua obra Die Provincia Arabia (1904).

Petra nos dias de hoje

A 6 de Dezembro de 1985, Petra foi reconhecida como Património da Humanidade pela UNESCO.

Em 2004, o governo jordano estabeleceu um contrato com uma empresa inglesa para construir uma auto-estrada que levasse a Petra tanto estudiosos como turistas.

A 7 de Julho de 2007, foi eleita em Lisboa, no Estádio da Luz uma das Novas sete maravilhas do mundo.

Curiosidades

  • O edifício da Câmara do Tesouro, em Petra, foi utilizado como cenário no filme Indiana Jones e a Grande Cruzada. O interior mostrado no filme não corresponde, no entanto, ao interior do dito edifício, tendo sido fabricado em estúdio.
  • No filme "Transformers 2" também teve cenas gravadas na cidade de Petra.
  • No filme Mortal Kombat:A Aniquilição.Raiden entra para falar com seus ancestrais,onde foi tambem gravado na cidade de Petra.
  • Petra é famosa principalmente pelos seus monumentos escavados na rocha, que apresentam fachadas de tipo helenístico (como o célebre El Khazneh).
  • Peritos no domínio da hidráulica, os Nabateus dotaram a cidade de um enorme sistema de túneis e de câmaras de água. Um teatro, construído à imagem dos modelos greco-romanos, dispunha de capacidade para 4000 espectadores.
  • Tintim, herói da banda desenhada belga, visita Petra no álbum de banda desenhada Coke en stock ("Carvão no Porão").
  • Em novembro de 2009, a cidade de Petra foi palco para a novela brasileira "Viver a Vida (telenovela)" de Manoel Carlos. Entre os destaques na cidade, foi realizado o Petra Fashion Days, desfile de moda à céu aberto em frente as ruinas da Câmara do Tesouro (Al Khazneh). Na verdade o desfile não foi realizado no local. A Rede Globo enviou junto com os atores, uma equipe que fotografou todo o cenário com técnicas de 3D. As imagens foram inseridas por computador, atrás do palco montado em estúdio para o desfile, que contou com as personagens Helena (Taís Araújo) e Luciana (Alinne Moraes).

Ver também

  • Al Khazneh
  • Qasr al-Bint
  • Novas sete maravilhas do mundo
  • Património Mundial
  • Siq

Ligações Externas

Publicar um comentário
Dicas e Sugestões
Tobias Friedrich
30 de october de 2017
Enter via the back entrance (might need a guide) and see the Monastery first, then walk down, while everyone else has to go up and down, you'll just have to go down, saves loads of time and effort.
The White House
26 de marcha de 2013
President Obama viewed the area near the Treasury during a tour of the ancient city of Petra in Jordan.
fe_lix .
16 de november de 2018
Amazing place! Must see. But you will walk a LOT! Treasury is quite easy to reach, but if you want to make it all the way to the monastery you’ll have to earn it :)
Lebanon Taxi
13 de may de 2017
Lebanese passport pay ONE dinar instead of 50 ... the ride downwards the treasury by horse is free , don't let them convince you of the Indiana jones trail .walk alone like I did .
Road Unraveled
4 de july de 2018
Absolutely incredible! Bring lots of water, sunblock, and a good hat for the walk. Can take up to an hour to get to the treasury but it’s worth the hike!
Lina Bell
23 de november de 2017
Stunning! Besides the Treasury encourage visiting the Monastery and taking a camel ride to the point where you'll have to climb quite a bit of steps if your low on time.

Hotéis nas imediações

Ver todos os hotéis Ver todos
Petra Marriott Hotel

de partida $140

Petra Panorama Hotel

de partida $0

Petra Guest House Hotel

de partida $155

P Quattro Relax Hotel

de partida $310

Oscar Hotel

de partida $60

Petra Diamond Hotel

de partida $32

Vistas nas proximidades recomendados

Ver todos Ver todos
Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Al Khazneh

Entrada de Al Khazneh.

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Montreal (Crusader castle)

Montreal is a Crusader castle on the eastern side of the Arabah,

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Makhtesh Ramon

Makhtesh Ramon (Hebrew: מכתש רמון‎; lit. Ramon Crater/Ma

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Monte Sodoma

Coordenadas: 31° 4' 19' N 35° 2

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Lot's Wife (rock formation)

Lot's Wife is a geological formation overlooking the Dead Sea, a

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Mamshit

Mamshit (עברית. ממשית) is the Nabataean city of Mampsis or Memphis (

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Jabal Umm Fruth Bridge

Jabal Umm Fruth Rock Bridge is one of several rock bridges in the Wadi

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Negev

O Negev (pronúncia: Nêguev) (do hebraico נגב: seco, árido) é o nome d

Similar atrações turísticas

Ver todos Ver todos
Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Grutas de Yungang

}}As Grutas de Yungang são um conjunto de 53 grutas e mais de 1200

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
L'Anse aux Meadows

| Legenda = Sítio de colonização viking em L'Anse aux Meadows.

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Taxila

}}Taxila é um importante sítio arqueológico no Paquistão contendo as

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Parque Nacional de Talampaya

}}O Parque Nacional de Talampaya é um parque nacional localizado no

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Precipício de Bisontes de Head-Smashed-In

}}O Precipício de Bisontes de Head-Smashed-In localiza-se no sudoeste

Veja todos os lugares semelhantes