Parque Nacional das Badlands

O Parque Nacional das Badlands é um parque nacional localizado no estado do Dakota do Sul, Estados Unidos da América. Esta área protegida, com cerca de 982 km2 de área , possui formações geológicas fortemente escavadas pela erosão, como pináculos, agulhas e buttes. Inclui a maior pradaria protegida nos Estados Unidos da América.

Uma área de 259 km2, denominada Badlands Wilderness, totalmente contida no parque nacional,, é uma zona de protecção especial de espécies em perigo de extinção. É feita aqui a reintrodução do toirão americano, o mamífero terrestre em maior perigo na América do Norte.

O termo badlands (em inglês, literalmente "terras más") provém do facto de ser um termo usualmente dado a regiões áridas, especialmente na zona oeste dos Estados Unidos da América.

A Stronghold Unit ("unidade do forte") é co-administrada pela tribo de Sioux Oglala e inclui locais onde ocorriam a Dança dos Fantasmas e uma antiga zona de testes da Força Aérea dos Estados Unidos.

O parque possui recursos paleontológicos de grande riqueza, com o registo fóssil do Oligoceno mais rico do mundo, datando entre 23 a 35 milhões de anos atrás. Com estes fósseis pode ser estudada a evolução de espécies de mamíferos como o cavalo, a ovelha, o rinoceronte e o porco.

Registos da presença humana no parque estendem-se por um período de 11 000 anos.

Presença humana

Índios Americanos

A área do parque nacional foi usada durante onze mil anos pelos povos indígenas da área para a caça. No final da Idade do Gelo, existiam paleoamericanos, sobre os quais pouco se conhece, que foram seguidos do povo Arikara e do Sioux. Os descendentes dos Arikara vivem hoje no Dakota do Norte, fazendo parte de uma nação com os povos Mandan e Hidatsa.

A tradição oral e registos arqueológicos indicam que estes povos acampavam em vales onde existia água e caça todo o ano. É possível encontrar hoje em dia vestígios de rochas e carvão usados em fogueiras, assim como pontas de setas e utensílios usados para a matança de bisontes e coelhos, entre outros. Da parte mais alta do parque, seria possível observar a zona em redor à procura de inimigos e manadas. Se a caça era abundante, ficavam durante parte do Inverno, antes do regresso às suas aldeias ao longo do rio Missouri. Em meados do século XIX, a Grande Nação dos Sioux (consistindo de sete tribos, incluindo os Oglala) tinha expulso as outras tribos da zona norte.

Quando lavradores migraram para o Dakota do Sul, nos finais do século XIX, o governo dos EUA retirou muito do território aos índios e forçou-os a viver em reservas. As lutas entre o homem branco e os povos indígenas dessa altura encontram-se documentadas em centros interpretativos no parque.

Caçadores de fósseis

Desde os tempos da dominância dos Sioux que fósseis têm sido encontrados na região do parque nacional. Ossos de grandes dimensões e conchas de bivalves e de tartarugas fossilizadas são encontrados, e os Sioux concluíram, correctamente, que a região deveria ter estado debaixo de água no passado e que os ossos pertenceriam a criaturas que não existiam mais.

Nos anos 40 do século XIX, caçadores de comerciantes viajavam regularmente entre Fort Pierre e Fort Laramie, ao longo de um caminho que hoje corresponde a uma orla do parque nacional. Nessas viagens, fósseis eram coleccionados; em 1843, um desses fósseis foi enviado a um médico em St. Louis, Hiram A. Prout, que publicou um artigo sobre o mesmo em 1846, no American Journal of Science. Nesse artigo, Prout declarou que o osso pertencia a uma mandíbula de uma criatura que denominou Paleotherium. Após essa publicação, a zona das Badlands passou a ser uma zona procurada pelos fósseis. Em 1849, o Paleotherium foi renomeado a Titanotherium prouti por Joseph Leidy. Foram descobertas 84 novas espécies de fósseis em toda a América do Norte até 1854, e 77 destas na zona das Badlands. As escavações arqueológicas são ainda abundantes hoje em dia, devido ao facto de a zona ter o mais rico registo fóssil de mamíferos do Oligoceno (cerca de 33 milhões de anos atrás).

Lavradores

Embora alguma lavoura fosse presente na região desde antes do final da Guerra Civil, o maior impacto desta actividade deu-se no século XX. No início desse século, muitos agricultores europeus e da costa leste dos EUA migraram para o Dakota do Sul. Possuíam quintas com uma área em média de 0,65 km2, que revelou ser muito reduzida para alimentar uma família numa região semi-árida como esta. Na zona oeste dos Dakotas, as herdades eram maiores, com cerca de 2,6 km2. Além da criação de gado, era feito o cultivo de trigo e centeio. No entanto, as grandes tempestades de poeira que assolaram os Estados Unidos na década de 30, combinadas com pragas de gafanhotos, tornaram o solo das Badlands impróprio, levando à migração de grande parte da população.

Referências

  • The National Parks: Index 2001–2003. Washington, U.S. Department of the Interior.

Шаблон:Links externos

Publicar um comentário
Dicas e Sugestões
Robert Jim Fulner
25 de june de 2017
It is smaller than a lot of national parks but don't let that fool you. Still a lot to do. Recommend visiting the north visitors center first.
Daniel Sprehe
14 de july de 2018
Couldn't recommend enough. Great overlooks. Lots of wildlife. The castle trail is a nice 5 hour hike. Free out and back backpacking. We will definitely be back to do some backpacking.
Greatist
26 de september de 2014
Be on the lookout for fossils — the park has one of the most complete fossil accumulations in North America. The park also provides amazing stargazing & hosts an astronomy festival in early August!
Meg Farmer
24 de december de 2014
What an incredible spot. Go, take tons of pics, learn about the amazing history, feel small and insignificant in this giant world.
Kimberly D
22 de september de 2017
The scenery here is amazing. I love the variety of hiking trails available. Also seeing the big horn sheep being so close to the road was pretty neat.
Em Reid
16 de september de 2014
Fantastic park. Don't miss the scenic drives in the western part of the park for fantastic wildlife viewing. Notch trail is my favorite day trail.
9.0/10
7 434 pessoas já estiveram aqui
Mapa
0.7km de SD-44, Scenic, SD 57780, EUA Obter instruções
Fri 10:00 AM–5:00 PM
Sat 9:00 AM–6:00 PM
Sun 9:00 AM–7:00 PM
Mon 9:00 AM–8:00 PM
Ter 10:00 AM–4:00 PM
Wed 10:00 AM–6:00 PM

Badlands National Park em Foursquare

Hotéis nas imediações

Ver todos os hotéis Ver todos
Best Western Plains Motel

de partida $132

Travelodge by Wyndham Wall

de partida $67

Days Inn by Wyndham Wall

de partida $132

Americas Best Value Inn - Wall, SD

de partida $87

Econo Lodge

de partida $76

Super 8 By Wyndham Wall

de partida $73

Vistas nas proximidades recomendados

Ver todos Ver todos
Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Monte Rushmore

O Monte Rushmore localiza-se em Keystone, Dakota do Sul, nos Estados

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Needles (Black Hills)

The Needles of the Black Hills of South Dakota are a region of

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Memorial a Cavalo Louco

O Crazy Horse Memorial ou Memorial a Cavalo Louco é um monumento em

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Carhenge

Carhenge é um monumento, claramente inspirado na famosa Stonehenge,

Similar atrações turísticas

Ver todos Ver todos
Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Parque Nacional Los Glaciares

O Parque Nacional los Glaciares localiza-se na província de Santa

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Parque Nacional Banff

}}O Parque Nacional Banff está localizado nas Montanhas Rochosas

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Parque Nacional do Monte Rainier

Mount Rainier National Park é um parque nacional localizado nos

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Parque Nacional do Lago Crater

Crater Lake National Park é um parque nacional localizado nos Estados

Adicionar a lista de desejos
Estive aqui
Visitado
Parque Nacional de Canyonlands

Canyonlands National Park é um parque nacional localizado nos Estados

Veja todos os lugares semelhantes