Entre | Cadastre-se agora

Português

Castelo de Cuéllar

Castelos in Escarabajosa de Cabezas
Castelo de Cuéllar
Castelo de Cuéllar — © Jose Luis Morales Cuesta / 500px
Você pode comprar esta foto em Fonte .

Coordenadas: 51° 29' 02" N 0° 36' 16" O</p></div>

Castelo de Cuéllar ou Castelo dos Duques de Alburquerque
Castelo-Palácio dos duques de Alburquerque
Estilo dominante Gótico, mudéjar e renascentista
Início da construção Século XI
Proprietário atual Juan Miguel Osorio y Bertrán de Lis
Função atual Escola Secundária
Local Cuéllar, província de Segóvia, border Espanha

O Castelo de Cuéllar ou Castelo dos Duques de Alburquerque é o monumento mais emblemático da vila de Cuéllar, província de Segóvia, comunidade autónoma de Castela e Leão, Espanha. É considerado Bem de Interesse Cultural desde 3 de Junho de 1931.

Encontra-se em bom estado de conservação, e é composto por uma mistura de diferentes estilos arquitectónicos, que vão desde o século XIII ao XVIII, ainda que predomine o gótico e o renascentista. Trata-se de uma edifício militar que a partir do século XVI foi submetido a obras de ampliação e transformação, convertendo-se num sumptuoso palácio, propriedade do Ducado de Alburquerque. Nas suas diferentes etapas de construção, trabalharam mestres como Juan Guas, Hanequin de Bruxelas e o seu filho Hanequin de Cuéllar, Juan e Rodrigo Gil de Hontañón, bem como Juan Gil de Hontañón "o moço", ou Juan de Álava, entre outros.

Entre os seus antigos proprietários, destacam-se D. Álvaro de Lua e Beltrán da Gruta, bem como os sucessivos duques de Alburquerque. Os seus hóspedes mais ilustres foram os reis de Castela, como João I de Castela e sua esposa a rainha Leonor, que nele faleceu, ou Maria de Molina, que se refugiou neste castelo quando era recusada pelo seu reino. Também se destacam as figuras do pintor Francisco Javier Parcerisa, o escritor José de Espronceda, o general Joseph Léopold Sigisbert Hugo ou Arthur Wellesley, duque de Wellington, que esteve aquartelado no castelo com uma guarnição do seu seu exército durante a Guerra da Independência Espanhola.

Foi residência habitual dos duques de Alburquerque durante séculos, até que se mudaram para a Corte em Madrid, convertendo-o em palácio de lazer e férias, afastando-se, assim, lentamente, do edifício, facto que se acentua ainda mais quando a linha primogénita do ducado chegou ao fim, e a titularidade passou para a família Osorio, descendentes de Ambrosio Spinola, marquês dos Balbases. No final do século XIX, o edifício encontrava-se praticamente abandonado, e foi vítima de pilhagens. Em 1938, o edifício passou a ser uma prisão para presos políticos e, depois, um sanatório para presos tuberculosos, retomando mais tarde a sua utilização como prisão que funcionou até 1966.

Em 1972, a Direcção Geral de Belas Artes interveio, levando a cabo uma intensiva restauração, para instaurar nele um centro de Formação Profissional que, depois das novas legislações de Educação, se converte em instituto de Educação Secundária Obrigatória, actividade para a que é utilizado actualmente, entre outras.

Referências

Bibliografia

Principal

  • MONDÉJAR MANZANARES, Mª Rosario (2007). Apuntes para la interpretaciòn de un castillo: el castillo de Cuéllar [S.l.: s.n.] ISBN 13-978-84-612-1200-2 Verifique |isbn= (Ajuda).  Parâmetro desconhecido |ubicación= ignorado (|local=) (Ajuda)Categoria:!Páginas com referências com parâmetros sugeridosCategoria:!Páginas com erros ISBN
  • VELASCO BAYÓN (O. CARM), Balbino (1996). Historia de Cuéllar Cuarta edición ed. [S.l.: s.n.] ISBN 84-500-4620-3.  Parâmetro desconhecido |ubicación= ignorado (|local=) (Ajuda)Categoria:!Páginas com referências com parâmetros sugeridos

Adicional

  • MONTERO PADILLA, José: Espronceda en Cuéllar, Estudios segovianos (Instituto Diego de Colmenares del Consejo Superior de Investigaciones Científicas), Segovia, 1973, Tomo XXV, nº 74-75.
  • GÓMEZ SANTOS, Antonio: Cárceles famosas y Prisioneros célebres en la Segovia de los siglos XVI, XVII, XVIII y XIX, Estudios segovianos (Instituto Diego de Colmenares del Consejo Superior de Investigaciones Científicas), Segovia, 1973, Tomo XXV, nº 74-75.
  • FERNÁNDEZ DURO, Cesáreo: Don Francisco Fernández de la Cueva, Duque de Alburquerque. Informe presentado a la Real Academia de la Historia, Madrid, 1884.
  • PONZ, Antonio: Viage de España..., Tomo XI, Madrid, 1783.
  • VELASCO BAYÓN (O. CARM), Balbino: Pueblos de España - Segovia - Cuéllar, Madrid, 2008. ISBN 978-84-935685-4-2.
  • UBIETO ARTETA, Antonio: Colección Diplomática de Cuéllar, Exma. Diputación Provincial de Segovia, Segovia, 1961.
  • LARIOS MARTÍN, Jesús: Nobiliario de Segovia, Instituto Diego de Colmenares (Consejo Superior de Investigaciones Científicas), Tomo I, Segovia, 1959.
  • CARMONA PIDAL, Juan Antonio: Pervivencias y estancamiento de una fortuna aristocrática en la Restauración. La Casa de Alcañices (1869-1909) , Revista Espacio, Tiempo y Forma, Serie V: Historia Contemporánea, vol. 3.
  • ARRANZ, Carlos; CARRICAJO, Carlos y FRAILE, Ángel: Cuéllar: un molino de viento en la época de los Reyes Católicos, Revista de Folklore (Fundación Joaquín Díaz), vol. 14b, nº 166.

Ligações externas

alt=
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Castelo de Cuéllar
alt=Ícone de esboço Este artigo sobre </b>um castelo</span> é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.</td>

</tr></table>Categoria:!Esboços sobre castelocategoria:!Esboços maiores que 5000 bytes

Categoria:Castelos de Castela e Leão


Dicas e sugestões

Elena Bass
Elena Bass 20 de august de 2011
2
Una feria medieval impresionante los días 20 y 21 de Agosto, puestos de comida y bebida baratísima, faquires, espectáculos de toda índole, justas, conciertos, verdugos, caballeros, horcas, etc. +10
Juderia De las Arribe
Juderia De las Arribe 7 de june de 2017
0
Magnífica visita, la guía muy amena y con mucho conocimiento histórico.
Luis Gomez
Luis Gomez 27 de october de 2015
0
Castillo en perfecto estado, tiene vida. Fortaleza
Miriam Gómez Blanes
Miriam Gómez Blanes 24 de february de 2013
0
Muy divertida la visita teatralizada al Castillo, ¡merece mucho la pena!
Samuel Riesgo
Samuel Riesgo 24 de february de 2012
0
Muy bonito castillo para visitar, incluso hay visitas teatralizadas (pregunta en información).
Send
8.8 /10
Advisor.Travel
Foursquare 8.8
1 114 pessoas estiveram aqui
Advisor.Travel 0
Foursquare 354
Facebook 760
Estive aqui Eu quero visitar
Horário?
Sun
9:00 AM–8:00 PM
Mon
7:00 AM–Noon
Tue
7:00 AM–11:00 AM
Wed-Thu
7:00 AM–10:00 AM
Fri
7:00 AM–9:00 AM
Contact
Localização
Camino de las Lomas, 6, 40200 Cuéllar, Segóvia, Reino da Espanha
41.40076°, -4.32007°
Obter instruções
Mapa
Categorias
Distâncias
Casablanca920 km
Valladolid44 km
Madrid122 km
Bilbau237 km
Gijón263 km
Saragoça289 km